21 de jul de 2011

Carta convocatória para o ENEB

“Biólogo: um equilibrista entre a urbanização e suas problemáticas”

Rio de Janeiro, 06 de junho de 2011.
Através desta carta convocatória, viemos convidar a todos os estudantes de Biologia do Brasil para participar do XXXII Encontro Nacional de Estudantes de Biologia. Este ano o evento acontecerá de 23 a 30 de Julho, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mais precisamente, na Faculdade de Letras da UFRJ, localizada na Ilha do Fundão, na cidade do Rio de Janeiro/RJ.
O Encontro vem proporcionar uma integração entre os estudantes de Biologia do país inteiro, permitindo, assim, uma troca de experiências e opiniões entre os participantes acerca dos mais diversos temas que envolvem o estudante de Biologia na atualidade. É notória a incrível diversidade encontrada no Brasil: cada região do país possui suas próprias mazelas, suas próprias problemáticas, assim como seus próprios costumes, sotaques e festividades. Durante o encontro, essa mistura é ainda mais explicitada e, ao conhecer melhor cada ponto de vista, o participante acaba por conhecer mais a sua própria realidade, reparando como existem tantas proximidades mesmo com muitas diferenças.
O ENEB existe para suprir a ausência de debates acerca de determinadas questões que envolvem o estudante de Biologia que geralmente não são tratadas em outros espaços como a Universidade, Congressos e Encontros Científicos. Além disso, fortalece a relação entre os alunos de Biologia de todo o Brasil.
O tema escolhido para esse ano é a urbanização descontrolada e a falta de planejamento das cidades. Durante esses oito dias de encontro, o assunto será amplamente abordado e debatido através de mesas redondas, grupos de discussão e vivências em locais da cidade do Rio de Janeiro e arredores. Ao tratar de diversas problemáticas existentes na cidade, é possível comparar as múltiplas realidades encontradas no restante do País. Dessa forma o estudante pode pensar em possíveis maneiras de intervir na sua comunidade como indivíduo, ou através de coletivos.

0 comentários:

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More